O 10º levantamento divulgado ontem (10), pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) aponta que as estimativas da safra de grãos do Brasil deverá ultrapassar dos 228 milhões de toneladas. Considerada a segunda maior da história, com uma margem de redução de cerca de 3% em comparação à safra anterior que chegou a mais de 237 milhões de toneladas. o relatório afirma que o motivo da redução se dá devido aos impactos climáticos.

A produção de soja é a recorde novamente com boa produtividade, ou seja, mais uma vez é destaque positivo com a produção de 118,9 milhões de toneladas, volume recorde, 4,2% superior à safra passada. Outra produção que demonstrou um aumento foi do algodão em pluma (+28,5%), a segunda safra do feijão (+7,7%) e do trigo (+15%), em comparação a safra anterior.

Os dados apontaram também que entre as culturas avaliadas, a soja registrou o maior volume de área semeada, passando de 33,9 milhões para 35,1 milhões de hectares, com ganho absoluto de 1,2 milhão de ha. Acesse aqui o boletim.

 

 

Por Laura Arruda

Deixar uma resposta

Entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome aqui.