Cuiabá abre mais de 600 novas vagas na rede municipal de ensino

12 de janeiro de 2019


Seiscentas novas vagas na rede pública de Educação em Cuiabá serão ofertadas neste ano. Segundo a Prefeitura da Capital, ainda no primeiro semestre serão entregues à população dois novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), nos bairros Recanto do Sol e CPA III, totalizando 480 vagas.

Além disso, outras 150 serão abertas em cinco unidades de creche. Ao todo, serão 630 novas vagas na Educação Infantil (0 a 5 anos), além das vagas na Educação Especial.

Com o objetivo de aumentar o atendimento, a Secretaria de Educação publicou no dia 19 de dezembro, no Diário Oficial nº 1580, o Edital de Chamamento Público (003/208/GS/SME) para as unidades de ensino filantrópicas interessadas em atender de forma suplementar a demanda por creche e pré-escola, e as pessoas com deficiência. Os recursos são provenientes do Fundo Único Municipal de Educação (FUNED).

O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos disse que outras medidas como um melhor gerenciamento das vagas existentes, obras de revitalização, manutenção e reconstrução, além da construção de novas unidades educacionais, serão intensificadas em 2019. “Medidas como estas tornaram possível que em 2018 fossem oferecidas à população 3.806 vagas nas unidades de creche e CMEIs (faixa etária de 0 a 3 anos e 11 meses) e 6.194, nas Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs), (de 4 a 14 anos) para o ano letivo de 2019”, disse Alex Vieira Passos.

Futuro

Outras seis novas unidades de ensino já começaram a ser construídas no ano passado, os CMEIs dos bairros Voluntários da Pátria, Serra Dourada, Ribeirão do Lipa, Bela Vista, Doutor Fábio e Altos do Parque. Uma sétima unidade, cujo processo encontra-se na fase de licitação, deverá ser construída no bairro Aroeira. Serão mais de 1.500 novas vagas na Educação Infantil, até julho de 2020.

O investimento, no valor total de R$ 18 milhões, contará com recursos do Governo Federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e contrapartida do Município.

Cinco das novas unidades serão do tipo 1, com 1.317,99 m2 de área construída e capacidade máxima para atender até 376 alunos em dois turnos (matutino e vespertino). A sexta unidade será do tipo 2, com 7.85,85 m2 e capacidade para máxima para atender até 188 alunos em dois turnos (matutino e vespertino).

Os CMEIs serão construídos dentro de um novo modelo proposto pelo programa Proinfância, do Governo Federal e receberão crianças de 0 a 5 anos e 11 meses, desde o Berçário e Maternal, que correspondem a creche 1, até o Jardim II, que corresponde a creche III.

Direto da Redação, Sandra Costa com assessoria

11 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *