Cuiabá se acabando em buracos; veja vídeo

8 de fevereiro de 2019


A empresa Águas Cuiabá vem se empenhando com afinco e dedicação em rasgar as vias públicas com retro escavadeiras e marteletes, criando o caos no trânsito e prejudicando os transeuntes. Na sequência, deixa a armadilha para destruir pneus e amortecedores, braços, pernas e esfolados na mesma proporção em que aumentam as tarifas dos serviços da empresa.

A empresa vem abrindo valetas para “obras de saneamento básico”, segundo as placas que indicam vias sendo destruídas, e a cicatriz do corte fica exposta ou com remendo meia boca, que cria sulcos profundos no asfalto num tapa buraco de faz de conta. Nos bairros mais distantes, a situação é ainda pior e nem a maquiagem é feita.

Nessa guerra de paternidade de buracos, ferrenha entre Prefeitura e Águas Cuiabá, que rola a batata quente entre si, quem sai queimado é o contribuinte que paga IPTU caro e tarifas exorbitantes de água e esgoto.

A pergunta que não tem resposta é a de quem tem poderes para fiscalizar o estrago que está sendo feito nas ruas da cidade e os posteriores reparos precários. Enquanto a caravana de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres tropeçam e caem nos buracos, os borracheiros e mecânicos agradecem. Os prontos atendimentos de saúde recebem braços e pernas quebradas, ossos, pele esfolada e músculos rompidos por quedas e acidentes sucessivos para conserto e remendo.

Cuiabá Acabando em Buracos e os responsáveis por fiscalizar, multar, prender, fazer qualquer coisa que estanque a sangria da terra que brota do asfalto rasgado como veias expostas na carne da tricentenária cidade, assistem a caravana do sofrimento passar diariamente com a indiferença da omissão.

por Paulo Pedra

 

7 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *