“Elevar contribuição da previdência dos servidores pode gerar greve”, diz deputada

4 de fevereiro de 2019


A vice-presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputada estadual Janaina Riva (MDB), avalia que o Executivo poderá enfrentar greve dos servidores públicos, caso, aumente de 11% para 14% a alíquota de contribuição previdenciária. A medida consta na Reforma da Previdência encaminhada para aprovação no Legislativo.

“A ferida dos últimos projetos ainda estão abertas. O governo tem que ter cautela com os projetos que serão enviados a AL neste momento, pois, evitará greve.  E neste momento, só traria um prejuízo ao estado. Quem sabe o momento e de dar um folego e depois discutir qualquer mudança ou proposta que trate de direito ou alteração de contribuição”, disse.

A deputada fala que pelo fato de não ocorrer progressões nas carreiras, nem reajuste anual é preciso que o governo coloque a questão na ‘balança’. “Temos que te bom senso sobre isso. Se não houver nenhum incremento nos salários, como você vai cobrar ainda mais? ”, questiona.

Se apro­vada, os des­contos na folha sa­la­rial dos ser­vi­dores pú­blicos po­derão atingir até 41,5%. Isso porque pela ta­bela do Im­posto de Renda (IR), tra­ba­lha­dores com sa­lá­rios acima de R$ 4.664,38 devem, obri­ga­to­ri­a­mente, con­tri­buir com 27,5%.

Direto da redação, Fernanda Leite

11 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *