“Fizeram uma emboscada para os seguranças”, diz Riva sobre tiroteio em sua fazenda em Colniza

5 de janeiro de 2019


O ex-deputado estadual, José Riva, declarou neste sábado (05) que o tiroteio em sua fazenda Agropecuária Bauru (Magali), em Colniza (1.065 km de Cuiabá), nesta manhã foi uma emboscada. Uma pessoa teria morrido e outras seis ficaram feridas.

“Estou sabendo muito pouco. Recebi um áudio da empresa que faz segurança lá na fazenda. Um dos seguranças muito apavorado disse que esses caras não são sem-terra que, na verdade, são criminosos que não tem nada a ver com os sem-terra e fizeram uma emboscada para os seguranças, abrindo fogo contra eles. Os seguranças foram obrigados a reagir. Eu não sei do resultado disso porque estou viajando e chego em Cuiabá na segunda-feira (07)”, declarou José Riva.

Segundo Riva, existe uma decisão judicial em favor para que invasores fiquem cinco quilômetros longe da área.”Eles há pouco dias estiveram lá na fazenda e destruíram tudo que tinha, inclusive, um curral. Quebraram tudo. E hoje fizeram uma emboscada dentro da fazenda para que os seguranças”.

Um áudio que chegou até a polícia foi encaminhado pelo um dos seguranças, que estava no meio do tiroteio e dá detalhes de como foi a ação “Tem que ser urgente que eles estão subindo para a sede. Estão entre 130 a 150 homens. Estão com armas longas, 12 (calibre de espingarda), carabina, pistola 38. Trocaram tiro com nós e acertamos aí de quatro a seis pessoas, inclusive, mulher. Estava tudo no meio e veio para cima da gente. Atirou na gente e a gente revidou. Queriam tacar fogo na caminhonete e a gente não deixou”, disse o segurança.

Mais informações em instantes.

 

Direto da Redação, Sandra Costa

6 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *