Foto de alunos de escola pública agradecendo professora por aprovação no Enem viraliza

11 de fevereiro de 2019


“Debaixo de uma árvore, sem muito glamour, dois universitários e uma professora. Emoção! É assim que mudamos o Brasil. O primeiro de sua família a ter a chance de frequentar a Universidade Federal. E seguimos contribuindo um pouco e mudando a vida do outro”. Foi com estas palavras que a professora da Escola Estadual André Avelino, Franciellen Mendes, publicou uma foto em sua página no Facebook, para comemorar a aprovação de seus ex-alunos, Mariele Marques e Carlos Silva, aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), nos cursos de Química e Psicologia.

Ela conta que eles participaram das aulas solidárias aplicadas por ela antes do exame.

Foto: Reprodução Facebook

“Estava no intervalo de uma palestra, tomando um suco e eles chegaram, um pouco tímidos, e perguntaram, “professora, estávamos te procurando, tira uma foto com a gente?” Não foram alunos durante o ano inteiro de 2018, mas estavam no grupo em que dei aulas solidárias antes da prova do Enem”, conta a professora.

Foto: Reprodução Facebbok

Mariele foi aprovada com nota de 920, a primeira colocada entre os 8 cotistas para a Faculdade de Química, enquanto Carlos foi aprovado em 2º lugar com a nota de 950.

“Ele disse que escrevia a redação, voltava e revisada as regras, as listas que passei (valeu Master, que doou o material) e lembrava o tempo inteiro da minha fala e também do professor Antônio Humberto e repetia: “a Universidade Federal é pra mim também, e eu lutei muito e vou passar! É para todos! ”, conta ela emocionada na postagem.

“Professores e alunos de escolas públicas não são preguiçosos”, diz

Em uma outra postagem, Franciellen Mendes, aproveitou para desabafar sobre as críticas que professores e alunos de escolas públicas ouvem diariamente.

Foto: Reprodução Facebook

“Isso se chama visibilidade e não minha, mas de todas as escolas públicas, de todos os professores e alunos, que às vezes vistos apenas como desordeiros, preguiçosos e grevistas, enquanto os alunos são vistos como preguiçosos, desinteressados e atrasados”, lamentou.

“Essa foto rodou o Brasil sim. E só ganhou toda essa visibilidade porque representa milhares de professores que estão aí, trabalhando e mudando a vida de jovens e  também por causa de tantos jovens que lutam e mudam a sua própria realidade”, conta ela, emocionada.

Direto da Redação, Fernanda Leite 

 

 

 

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *