“Hospital público veterinário é a nossa principal luta”, diz candidato Sargento Vidal


Um dos grandes defensores da causa animal em Mato Grosso, o candidato a deputado estadual, Sargento Vidal (PMN), concorre a uma das 24 vagas na Assembleia Legislativa. Entre suas propostas, Vidal pretende trabalhar para que o estado tenha a primeira unidade hospitalar pública para os animais. “Um hospital público veterinário é a nossa principal luta, assim que eu assumir como deputado estadual”, declara Vidal.

Com mais de 30 anos na Polícia Militar, sempre trabalhando nas ruas, ele destaca que a defesa dos animais começou como um hobbie. “É um trabalho muito gratificante, oneroso, mas que acabou me deixando conhecido a nível estadual e em mais de 20 países onde minha página alcança”.

É suplente de vereador e chegou a assumir por um tempo a cadeira na Câmara Municipal de Cuiabá. Apresentou três projetos e um deles se tornou lei: a de castração, em que o Poder Público tem obrigação de castrar animais de rua, de Organizações Não-Governamentais (Ong’s) e de pessoas de baixa renda. “Isso fará um controle de animais abandonados. A longo prazo, se forem feitas duas mil castrações por ano, em 10 anos teremos apenas animais em residências”.

Ainda quando esteve vereador, Vidal lembra que foi a Brasília e conseguiu recursos para três projetos. Um para a Vila Olímpica na grande Morada da Serra; quadra esportiva no bairro Pedra 90 e mais seis academias da terceira idade ao ar livre. “Redigi uma lei que ampara na questão de saúde e trauma os mais de 20 mil agentes de segurança pública de Mato Grosso, que já tramita na Assembleia”.

MAJORITÁRIA – Vidal está na coligação do candidato ao Governo Wellington Fagundes (PR) e conta com apoio do candidato a federal, cabo Juliano Rabelo. Na coligação das proporcionais do PMN, PP, Prós e Podemos, o candidato acredita que elege de dois a três deputados estaduais.

 

7 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *