Morar no exterior vale a pena? A cuiabana Laura Arruda conta como é viver em Londres; vídeo

11 de dezembro de 2018


A edição do LTV de hoje foi até Londres, por meio de Skype, para bater um papo animado com a jornalista e bacharel em Direito, Laura Arruda, que fazia parte da equipe Leiagora e resolveu traçar novos rumos no exterior.

Laura conta que a decisão de deixar o país para viver na Europa não foi tarefa fácil. “Como meu marido sempre esteve em Londres, viajando Brasil-Londres, uma hora a gente teve que decidir. E essa hora chegou. Partiu meu coração…”, afirma ela, destacando que está sendo uma experiência nova, principalmente no aprendizado do inglês.

Mãe de Amanda, de 6 anos, a jornalista comenta que largar tudo para viver em um outro país é um desafio ainda maior quando se tem filho. “Quando a gente é mais jovem e não é casado, a gente parte para a aventura logo de cara”, diz. Embora não tenha sido uma decisão simples, Laura acredita que vale a pena. ‘Aqui na Europa é diferente de tudo o que a gente já viu, muita coisa que influencia no nosso dia-a-dia. Não é fácil, mas é também uma tentativa de dar uma educação diferente para os nossos filhos”, considera.

Em relação à educação, Arruda afirma que o que é praticado na Inglaterra é muito distinto com o que estamos acostumados a ver no Brasil. A principal diferença, segundo ela, é que, por lá, as pessoas não têm o costume de matricular seus filhos em instituição privada. “Uma coisa que aqui eles acham um absurdo é você estudar numa escola particular. (…) Aqui escola particular é para uma criança que não tem facilidade de aprender”, explica.

Ao contrário do que observamos por aqui, em que estudar em colégio privado é visto como um privilégio, por possuir uma qualidade superior, o governo britânico investe muito na educação. “Aqui as melhores escolas são as públicas”, conclui.

Cuiabana acostumada com o calor da cidade, Laura está se adaptando ao frio europeu. “Eu estranhei no começo, mas rapidamente a gente se adapta”, conta.

Questionada sobre o mercado de trabalho em Londres, a jornalista acredita que o idioma pode ser uma barreira na hora de conseguir um bom emprego. Por isso, ela explica que seu marido optou por morar em um bairro que não houvesse tantos brasileiros. “Pelo fato de que você vai ter que aprender inglês”, esclarece.

Confira a entrevista completa no vídeo e saiba mais detalhes sobre a experiência de viver na Inglaterra:

Direto da Redação, Maisa Martinelli/ Iury Lupaudi

11 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *