“Não dá para passar um governo só reclamando, falando de problemas e pagando contas”, diz governador

11 de fevereiro de 2019


Com pouco mais de um mês de gestão, o governador Mauro Mendes (DEM), tem dado o que falar com decisões, entre as quais está o “Pacto por Mato”, o conjunto de projetos com o plano para o Estado sair da situação de crise.

Apesar disso, Mendes pontuou que não ficará só reclamando e vai agir, inclusive, na área da cultura, comumente esquecida ou desdenhada historicamente pelo poder público em Mato Grosso.

“Não podemos só ficar falando de problemas, existem muitas pequenas ações importantes, relevantes, que podem ser feitas e, muitas delas, sem dinheiro ou com pouco dinheiro e é isso que nós estamos fazendo. Vamos priorizar muitas ações nessa área – da cultura – também, sem esquecer que Mato Grosso vive um momento difícil, de calamidade financeira, temos contas atrasadas, temos muitos desafios a serem vencidos ao longo de 2019”.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Esportes e Lazer, Allan Kardec, esse ano a cultura poderá garantir um incremento de R$ 10 milhões na Lei Orçamentária Anual (LOA). O projeto ainda está em discussão na Assembleia Legislativa, com possibilidade de alguns vetos na área da cultura.

“Nós conseguimos aprovar na PLOA uma emenda de R$ 10 milhões de reais, agregando ao orçamento que repetiu-se ao do ano passado”, disse Kardec.

O governador afirmou que sua gestão está priorizando os investimentos que custam menos, que são possíveis de serem feitos. “Não dá para passar um governo também só reclamando, falando de problemas e também pagando contas, nós temos que entregar coisas para a sociedade, seja na cultura, seja nas obras, seja no investimento em segurança, seja no investimento em saúde. Quem não tem história não tem presente e quem não tem presente não tem futuro”, disse Mauro.

Direto da redação, Josiane Dalmagro

9 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *