“Os profissionais são contratados por currículo, e demitidos por comportamento”, diz Paulo Slobodzian; vídeo

4 de dezembro de 2018


Nosso apresentador Iury Lupaudi recebeu, nos estúdios do LTV, Paulo Slobodzian, diretor da Gente em Foco e especialista em Recursos Humanos, para falar sobre um tema atual e relevante: empregabilidade. A empresa é especializada no segmento de RH, principalmente na área de recrutamento e seleção.

Com uma taxa de quase 14 milhões de brasileiros desempregados, o país enfrenta uma das piores crises dos últimos anos, onde grande parte da população enfrenta dificuldades para entrar ou voltar ao mercado de mercado. Com uma vasta experiência de 35 anos e especializado na parte executiva, Slobodzian explica que um dos empecilhos para lograr um bom emprego é a falta de qualificação. “Eu percebi muita necessidade das empresas e muita dificuldade na contratação de profissionais, uma vez que, infelizmente, a maioria dos nossos profissionais, em Cuiabá e no Brasil todo, não têm muita qualidade”, lamenta.

O especialista conta que o Gente em Foco atua para tentar atenuar os obstáculos encontrados pelos dois lados, tanto do empregador como do empregado. “A técnica de recrutamento e seleção vem facilitar tanto a vida do bom profissional que tem dificuldades para achar uma empresa adequada quanto a empresa que tem grandes dificuldades também para encontrar um profissional adequado à necessidade dela”, afirma.

Segundo Paulo, muitos profissionais são qualificados, porém pecam ao produzir seu material para pleitear um emprego. “A primeira apresentação de um profissional é o currículo. E se não tiver feito da maneira adequada, com um padrão pré-definido ou definido, em uma ordem cronológica adequada, já começa a depor contra o profissional”, revela Slobodzian, salientando que essa deve ser a primeira preocupação para quem está buscando um espaço no mercado de trabalho.

Além disso, Paulo considera fundamental que o profissional pesquise sobre a instituição em que se está buscando uma vaga. “O preparo antes da entrevista é muito interessante. Visitar a empresa, visitar o site, fazer o caminho [trajeto até o local] um dia antes para ter facilidade e tranquilidade e chegar realmente com a pré-disposição de mostrar a qualificação dele mediante a necessidade que a empresa tem”, aconselha.

Para quem já está no mercado de trabalho, porém não está satisfeito e deseja mudar de área profissional, o especialista afirma que é possível fazer a reengenharia de carreira. Para isso, é necessário fazer uma autorreflexão para descobrir qual a verdadeira aptidão da pessoa, e qualificar-se para essa nova área.

Segundo ele, o profissional que está desesperado em busca de emprego e aceita “qualquer coisa” não está no caminho certo. “A falta de perfil para aquela vaga vai, a qualquer momento, tanto pela empresa com a falta de rendimento cortar esse profissional, e o profissional que, se aparecer (e ele vai continuar mandando currículo, isso é óbvio) uma oportunidade dentro daquele perfil que ele acredita ser bom, ele vai se desligar da empresa e partir para outra”, pondera.

Slobodzian argumenta que é importantíssimo que o profissional busque o melhor de si em prol de sua carreira, algo que considera essencial para quem pleiteia uma vaga de emprego.  “A gente é dotado de qualidades, defeitos -isso é inerente ao ser humano- porém conhecer essas qualidades e defeitos faz da gente um ser humano cada vez melhor, buscando qualificações, buscando corrigir e enaltecer os pontos positivos”, afirma.

O diretor explica que o Gente em Foco realiza um atendimento pessoal, onde cada pessoa, após fazer o cadastro, passa por nove etapas, que incluem avaliações curriculares, comportamentais e psicológicas – algo que ele considera fundamental para conhecer a essência de cada um. “Os profissionais são contratados por currículo, e demitidos por comportamento”, diz Paulo, destacando que é importante haver uma empatia entre empregado e empregador.

Segundo ele, grande parte dos empregadores falha ao não buscar o lado humano do profissional.  “Os selecionadores vão em cima da condição técnica, em cima do currículo, e esquecem que estão falando com o ser humano. Esse é o grande problema”, lamenta.

Paulo conta ainda uma novidade que está por vir neste mês: com mais de três mil exemplares, a revista da Gente em Foco estará disponível com todas as matérias relacionadas a comportamento, empresas que estão inovando em técnicas de recrutamento e oportunidades. “A primeira edição vem o eSocial, que muita gente, empresários e profissionais de RH têm dúvidas sobre eSocial e do que vai acontecer”, adianta. Demais temas relevantes também estarão no conteúdo da publicação, como a Reforma Trabalhista, ergonomia, empreendedorismo, dentre outros.

As empresas que desejam receber a revista e os profissionais que desejam cadastrar o currículo, basta fazer o cadastramento no site ou ligar no número (65)3641-2505.

Acompanhe a entrevista completa no vídeo:

Direto da Redação, Maisa Martinelli/ Iury Lupaudi

11 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *