Petrobrás e Total irão investir em energia limpa no Brasil


A Petrobras e a empresa francesa Total anunciaram uma possível parceria de investimentos em produção de energia eólica e solar no Brasil. A estatal segue uma tendência já observada em outras petroleiras: produzir energia de baixo carbono. Ano passado a Total já havia adquirido a Eren Renewable Energy e este ano a Direct Energy, duas empresas especializadas no setor.

A parceria ainda está em construção, uma vez que a Total e a Petrobras assinaram somente um memorando de entendimentos, um documento que não estabece vínculo, somente registra a intenção de ambas companhias de trabalharem juntas. De acordo com comunicado publicado estatal, o trabalho conjunto é uma forma de diminuir riscos e aumentar ganhos.

No Brasil, a Petrobras possui somente quatro parques eólicos que somam 104 megawatts. A produção é pouca se comparada com os 13 mil megawatts de capacidade eólica já instalada no país. Já a tecnologia de energia solar está em desenvolvimento com uma planta de 1,1 megawatt no Rio Grande do Norte. O estado, juntamente com o Ceará, é um dos possíveis locais de investimento devido ao seu potencial para a produção de energia eólica. Nesse quesito, a parceria com a Total é estratégica, uma vez que a empresa francesa já tem tecnologia desenvolvida no setor.

A preocupação com a produção de energia limpa segue o Acordo de Paris, que determinou metas para a redução da emissão de gases de efeito estufa. Diversas instituições globais têm adotado medidas para contribuir no cumprimento dessas metas. Uma delas é o Banco Mundial, que anunciou investimentos em fontes renováveis de energia, deixando de contribuir em negócios voltado à exploração de petróleo e gás. Nos últimos anos, os investimentos na área têm superado os 200 bilhões de dólares anuais. Enquanto isso, investimentos em petróleo e gás tem registrado queda, apesar de ainda serem superiores em números absolutos.

Imagem destacada por Alberto Coutinho/Secom Governo da Bahia.

Por Bárbara Muller.

2 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *