Servidores da Saúde cobram salários e param atividades por 24h

11 de janeiro de 2019


Servidores de carreira da área da Saúde pública do estado, decidiram em assembleia da categoria,  paralisar às atividades durante 24 horas no dia 12 de fevereiro.

Foram quase 250 servidores presentes na reunião na sede do Sisma, na tarde desta sexta-feira (11). “Unidades ambulatoriais, hospitalares e administrativas,  apenas o efetivo de 30% da urgência e emergência, e desmarcando todos os procedimentos eletivos caso os salários não sejam creditados em sua integralidade (100%) até o dia 11/02/2019 para todos servidores aposentados, pensionistas e ativos”,  diz a nota.

Caso a paralisação não dê resultado, conforme a nota, “6000 servidores irão deliberar pela construção da greve por tempo indeterminado”.

Quanto ao novo modelo da Revisão Geral Anual (RGA), o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (SISMA), Oscarlino Alves, explica que os debates irão ocorrer na Assembleia Legislativa. “Vamos debater com os parlamentares quanto a este projeto da RGA. Hoje, estamos brigando pelos salários em dia e pelo pagamento do décimo terceiro dos servidores que fizeram aniversários nos meses de novembro e dezembro”, explica.

Outro lado 

Há alguns dias, o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que os salários dos servidores do Estado referente ao mês de dezembro do ano passado será escalonado até o dia 30 deste mês. Ainda o parcelamento do 13º salário remanescente de 2018, que só deverá ser quitado em abril. Quanto ao décimo terceiro salário de 2019, será pago a todos os servidores, ativos e inativos, somente no mês de dezembro do corrente ano.

Direto da Redação, Sandra Costa

2 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *