Governador ‘ameaça’ fazer greve junto com servidores

10 de janeiro de 2019


O governador Mauro Mendes (DEM) ‘ameaçou’ aderir a greve dos servidores públicos, caso, isso resolva os problemas financeiros do estado. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (10), na Assembleia Legislativa.

“Se fizer greve resolvesse, seria o primeiro a fazer. Mas isso só vai piorar. Os servidores conhecem os números, e ninguém vai ficar sem receber igual ao nosso estado vizinho Goiás. Hoje 80% dos servidores estão recebendo seus salários e aqueles que ganham um pouco mais, irão receber ao longo do mês”, disse

Quanto ao pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), Mendes garante que aguarda as finanças melhorarem para conceder o reajuste anual. “O pagamento será feito quando o estado tiver a capacidade de honrar com o pagamento. Não é congelamento e sim critérios”, pontuou.

Ele também voltou a criticar os altos salários de servidores que em 2011  ganhava R$ 1.300 para servir cafezinho, e hoje, ganha aproximadamente R$ 13 mil, quase 100% de reajuste salarial.  Ele também citou o caso de motoristas com salários de quase R$ 12 mil.  “Se fosse um caso ou dois,  seria fácil de corrigir. Quem paga esta conta é o cidadão. Se não  segurarmos essas despesas, vamos entrar em colapso ou dobrar os impostos, a exemplo do aumento da energia elétrica”, lamentou.

Direto da redação, Sandra Costa

13 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *