Antonia Fontenelle relembra fase difícil ao lado de Marcos Paulo: Não conseguia parar de beber e fumar

11 de janeiro de 2019


Antonia Fontenelle fez um desabafo emocionante em seu perfil do Instagram. A apresentadora falou novamente da sua relação com o ex-marido, Marcos Paulo, mas desta vez relembrou uma fase difícil que viveu ao lado do diretor. Antonia contou que Marcos lutou contra o alcoolismo na época em que ela desfilou como Rainha de Bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel – e que isso fez com que os dois movessem montanhas e moinhos para que o Carnaval fosse perfeito. Leia abaixo:

Gente, um dos meus fã clubes postou essa foto e me marcou. Me veio um filme na cabeça, nessa época meu marido tinha recém vencido um câncer, e ele brigava contra o alcoolismo, não conseguia parar de beber e fumar mesmo recém operado. Junto a esse fato tinha toda a imprensa contra mim, inventando que eu era Rainha da Mocidade porque Marcos Paulo tinha pago. Nunca dei um real para a Mocidade. Além disso, pessoas odiosas porque queriam o meu lugar, inventavam que a comunidade me odiava e que eu seria um fiasco na avenida.

Entretanto, os problemas não eram somente esses.

No dia do desfile ele passou muito mal, havia misturado álcool com Rivotril e eu jamais deixaria meu marido em casa passando mal pra desfilar, até porque o sonho dele era ver esse momento, ele me acompanhava em todos os eventos da escola e até em alguns ensaios, sem falar que também não poderia não comparecer e deixar a escola desfalcada, seria um escândalo depois de tudo que eu passei. E tinha certeza que se o Marcos não fosse, a imprensa só ia falar da ausência dele, continuou Antonia.

Felizmente, apesar de todos os obstáculos, a atriz fez uma contribuição importante e marcante à escola.

Liguei para a Lucia Veríssimo (ex-mulher e amiga dele) e pedi que ela me ajudasse. Ela imediatamente pegou um voo (mora em SP) e me ajudou a levá-lo muito mal para me assistir a desfilar, eu chorei do primeiro ao ultimo setor da Sapucaí. Era tanto sofrimento, mas tanto sofrimento, tantos ataques, que pus na cabeça que sairia daquela avenida como a melhor rainha de bateria daquele Carnaval. E ASSIM FOI.

Apesar de muitos internautas terem gostado da história, outros acharam uma exposição desnecessária da vida de Marcos Paulo, que morreu em novembro de 2012. Uma usuária comentou o seguinte:

O marido mistura álcool com Rivotril, está passando mal e ela arrasta ele para a avenida. Prioridades hahahaha que chacota.

E Antonia respondeu:

Ele bebia desde os 19 anos sua babaca, me dediquei 7 anos para ele. O que você sabe da minha vida, sua idiota? Vai se f***r, sua derrotada. Semente mal abortada.

Desnecessário você expor os problemas de alguém que já não está aqui para se defender. Você está sendo cruel. Ele tem filhos que com certeza iam ficar tristes de ler isso. Não faça para os outros o que não quer que façam para você. Segura o fogo da língua. Beijos de luz. Você precisa e muito, comentou outra internauta.

As filhas sabem muito bem do problema dele, eu estou falando da minha história da qual ele fez parte. É minha história, eu conto onde e quando eu quiser. E agora eu vou te dar um bloque, e por último vai se f***r que eu não pedi a sua opinião, rebateu a apresentadora.

E você, o que achou disso tudo?

Direto da Redação, Estadão Conteúdo

2 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *