Pizza: opções saudáveis para não abandonar a massa

14 de janeiro de 2019


Pizza é bom e não tem hora para rolar. Com os amigos, família, turma da firma. Não importa: a “redonda” está entre as preferências nacionais. Há uma vastidão de sabores. Mas, convenhamos, muitos deles não são, digamos, tão saudáveis – embora deliciosos. Especialmente as famosas portuguesa, calabresa, frango com catupiry ou quatro queijos.

Mas dá para manter o interesse pela pizza em alta, apelando para ingredientes menos gordurosos? Claro! As opções saudáveis são aquelas que apresentam queijos brancos, rúcula, brócolis, tomate, champignon, palmito, vegetais em geral, frango, atum e bordas sem recheio. Entretanto, além de definir os recheios, há outras dicas.

Carne

Se puder escolher entre carne vermelha, frango ou peixe, faça opção pelo último. Afinal, o peixe é rico em proteínas como qualquer outra carne, mas possui outros nutrientes, como cálcio, fósforo, iodo e cobalto, além de vitaminas A, B e D.

Azeitona e borda

E as azeitonas? Para ficarem conservadas, elas têm grande quantidade de sódio, inimigo de quem tem pressão alta e hipertensão. No entanto, há benefícios ao consumi-las com moderação. Afinal, trazem ácidos graxos saturados, que regulam o colesterol. Quanto às bordas recheadas, especialmente de catupiry, melhor evitá-las. Elas só tornam a pizza mais calórica.

Estratégia

Uma boa dica é servir a pizza junto com uma salada. Sim, porque os vegetais são ricos em fibras e ajudam a garantir uma maior sensação de saciedade, diminuindo a chance de você exagerar na quantidade de pedaços. Além disso, as folhas estimulam a mastigação, fazendo com as que as pessoas demorem mais tempo para comer.

A massa feita em casa tende a ser mais saudável – use a farinha integral. Ela traz diversos benefícios, como diminuição dos riscos de câncer, pressão alta e arteriosclerose. O mesmo se diz sobre os molhos, onde os caseiros superam, de longe, os industrializados.

Direto da Redação, Anderson Firmino/Estadão Conteúdo
3 recomendado
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *